quarta-feira, 23 de março de 2016

Encontros Via LACT com Debora Allebrandt. Todxs convidadxs!


Chamada de artigos para DOSSIÊ TEMÁTICO “DIREITOS ANIMAIS, ATIVISMOS e POLÍTICA” na Revista Vivência (UFRN)

DOSSIÊ TEMÁTICO “DIREITOS ANIMAIS, ATIVISMOS e POLÍTICA”
Chamada de artigos.
Coordenadores:
Carlos Guilherme Octaviano do Valle (UFRN).
Guilherme José da Silva e Sá (UnB)
Jean Segata (UFRN).
Resumo:
A VIVÊNCIA, revista de Antropologia do DAN/PPGAS da Universidade Federal do Rio Grande do Norte receberá até o dia 30 de outubro de 2016 contribuições na forma de artigos para o dossiê “DIREITOS ANIMAIS, ATIVISMOS E POLÍTICA”, a ser publicado na edição do primeiro semestre de 2017.
As primeiras décadas do século XXI têm sido marcadas pela eclosão de diversos e variados movimentos de reivindicação de direitos dos animais (não humanos): libertação de cães utilizados como modelos em experimentações industriais e científicas; manifestações de entidades, tal como o PETA, nas principais capitais mundiais; o crescimento e a articulação de movimentos vegetarianos e veganos; a insurgência de organizações que enfrentam e combatem (em verdadeiras batalhas) navios baleeiros japoneses; habeas corpus impetrados e o estatuto de pessoa recondicionado para chimpanzés, etc. Entende-se que grande parte desses eventos estejam associados às contingências de forças já atuantes no final do século passado, a saber, o empoderamento de minorias étnicas e de gênero, a formação de ativismos biossociais bem como a emergência de uma nova filosofia política englobando em seu segmento a problemática da ética animal e dos direitos dos animais (vide a “libertação animal” e os trabalhos de Peter Singer, Tom Regan e Gary Francioni). Ademais, pode-se derivar também a influência das pesquisas científicas realizadas por biólogos, psicólogos e veterinários que passaram a ter interesse cada vez maior na agência dos próprios animais, não se restringindo às formas de representação (humana) de seus gestos e comportamentos.
O que percebemos atualmente no Brasil é seu alinhamento a uma tendência global, tendo em vista que o país assume agora proeminência no cenário das disputas políticas ambientais em face ao modelo de desenvolvimento econômico e geração de energia que vem sendo implementado nas últimas duas décadas. Seria previsível que estas tensões, que colocam em primeiro plano as relações entre os seres humanos e as naturezas, fomentassem manifestações locais – embora fortemente articuladas em dimensão global – de ativismos políticos, muitas vezes com forte dimensão emocional.
O dossiê tem como objetivo receber contribuições de artigos que versem sobre o tema dos ativismos e da mobilização societária e política em torno dos direitos e da ética animal, tanto em caráter nacional como internacional, considerando suas diferentes práticas e modalidades. Nossa proposta é a de reunir pesquisas em contextos empíricos bem delimitados que tenham esse foco e enquadramento analítico, sobretudo aquelas desenvolvidas no Brasil. Dar-se-á prioridade aos artigos que apresentem dados fundamentados em pesquisas etnográficas e que tomem os animais não humanos como centrais dentro de pautas políticas, artísticas, científicas e econômicas contemporâneas. Os autores devem submeter seus textos, seguindo normas do periódico, através do email  vivenciareant@yahoo.com.br, indicando o assunto do email como "Dossiê Direitos Animais", até o dia 30 de outubro de 2016.
Pedimos aos autores seguirem as normas da revista: http://www.periodicos.ufrn.br/vivencia/information/authors




sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016


Contributions of Gilbert Simondon to Science and Technology Studies

Estão abertas as inscrições de trabalhos no GT “Contributions of Gilbert Simondon to Science and Technology Studies” (T075) da próxima 4S/EASST CONFERENCE, que ocorrerá em Barcelona (Espanha) entre 31 de agosto e 3 de setembro de 2016. Este GT, coordenado por Pedro Ferreira (Unicamp) e Carlos Sautchuk (UnB), buscará promover colaborações entre pesquisadores que tenham em comum algum engajamento consistente com os conceitos e as ideias de Gilbert Simondon. O prazo para a inscrição de trabalho se encerra no dia 21 de fevereiro de 2016. Mais informações em:http://www.nomadit.co.uk/easst/easst_4s2016/panels.php5?PanelID=3987

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

terça-feira, 21 de abril de 2015

Chamada de trabalhos para GT do VI ESOCITE-BR!

Grupo Temático: Experiências contemporâneas em Antropologia da Ciência e da Tecnologia: etnografia, grandes projetos e escala planetária (ou não)
Coordenadores: EDUARDO VIANA VARGAS (Pós-doutor(a) - UFMG), GUILHERME JOSÉ DA SILVA E SÁ (Pós-doutor(a) - Universidade de Brasília)
Resumo: Coordenadores: Guilherme José da Silva e Sá (UnB) & Eduardo Viana Vargas (UFMG)
Desde a virada do milênio a antropologia da ciência e da tecnologia tem apresentado um vigoroso crescimento no Brasil. Partindo deste cenário, temos interesse em promover neste GT um debate que possa igualmente refletir sobre o que foi produzido localmente sobre o tema nos últimos 15 anos e mapear as pesquisas que se encontram em andamento no Brasil.
Não faz muito tempo os estudos sociais da ciência e da tecnologia se dividiam basicamente entre as etnografias de laboratório e a investigação das práticas cotidianas de produção de conhecimento, de um lado, e, de outro, os estudos dos projetos de big science que mobilizavam grande volume de recursos e de pesquisadores, além de redefinirem a magnitude da chamada pesquisa de base. O cenário contemporâneo, por sua vez, nos oferece um panorama que borra as fronteiras epistêmicas entre os estudos de laboratório e os sobre grandes empreendimentos técnico-científicos. A materialização de projetos de macro engenharia como as construções de barragens e a transposição de rios, os sistemas de escoamento de produção integrados às redes de transporte, projetos de recuperação de biomas e a construção de macroestruturas como aceleradores de partículas, nos fornece um novo contexto em que nos deparamos com uma questão de escala. A dimensão titânica de tais projetos tecno-científicos altera o seu próprio sentido: se em escala menor eles podem ser tratados como produtos de “ciência aplicada”, em escala titânica são capazes de interferir nas dinâmicas do próprio Planeta. Interessa-nos conectar e discutir experiências etnográficas realizadas em processos como estes, os quais parecem redefinir a agenda dos estudos sociais da ciência e da tecnologia para o século XXI.
Desta forma, receberemos trabalhos etnográficos que abordem grandes empreendimentos técnico-científicos; alternativamente receberemos também trabalhos etnográficos que abordem empreendimentos técnico-científicos de menor escala, desde que escala seja tema central nestes trabalhos. Seja como for, receberemos trabalhos que sejam representativos do que vem sendo feito na antropologia da ciência e da tecnologia brasileira nos últimos anos.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

ABERTO O PERÍODO DE SUBMISSÃO DE RESUMOS PARA A V REACT

 

Propostas de trabalhos devem ser enviadas até 21 de dezembro de 2014
Está aberto o período para submissão de propostas de trabalhos a serem apresentados na V Reunião de Antropologia da Ciência e da Tecnologia, que acontecerá entre os dias 20 e 22 de maio de 2015 na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. As propostas devem ser enviadas em formato de resumo (com até 300 palavras) através de formulário (link abaixo) até o dia 21 de dezembro de 2014. O responsável pelo trabalho deve indicar na inscrição um dos cinco eixos temáticos no qual pretende apresentar o trabalho: 1) Corpo, saúde, biomedicina e tecnociência; 2) Transformações climáticas, ambientes e territórios; 3) Efeitos da produção de conhecimento, intervenções e gerenciamentos tecnológicos; 4) Produção de conhecimentos e multiplicidades ontológicas e 5) Ressonâncias dos Estudos Sociais da Ciência e Tecnologia no ensino, teoria e pesquisa antropológicas.
As propostas serão avaliadas pela Comissão Científica da V ReACT e os resultados serão divulgados no dia 15 de março de 2015. Aqueles que tiverem seus trabalhos aprovados deverão enviar a versão completa até 15 de abril de 2015. A V Reunião de Antropologia da Ciência e da Tecnologia está sendo organizada pelo Grupo Ciências na Vida, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com apoio da Rede de Antropologia da Ciência e Tecnologia.
 
Informações Gerais:
V Reunião de Antropologia da Ciência e da Tecnologia
Data: 20 a 22 de maio de 2015
Local: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre/RS
Prazo para submissão de propostas de trabalho: 21 de dezembro de 2014
Normas do resumo: até 300 palavras e indicação do Simpósio Temático ao qual está sendo submetido
Link para inscrição: http://bit.ly/1wVPQmp
http://www.ige.unicamp.br/react/blog/aberto-o-per%C3%ADodo-de-submiss%C3%A3o-de-resumos-para-v-react

quarta-feira, 19 de novembro de 2014

O Laboratório de Antropologia da Ciência e da Técnica
DAN/UnB convida para o Seminário

"Antropologia e animais"
20/11/14
Sala de Reuniões C, Dep. Antropologia

15h
Palestra
"Animais na antropologia: perspectivas etnográficas"
Prof. Jean Segata UFRN

17h
Mesa-redonda: Relações com o gado
Pedro Stoeckli Pires (PPGAS/UnB) e Graciela Froehlich (PPGAS/UnB)
Debatedor: Jean Segata UFRN

terça-feira, 11 de novembro de 2014


Local: Sala Polivalente
Instituto de Ciências Sociais - Universidade de Lisboa

sábado, 18 de outubro de 2014

Chamada de artigos: Dossiê humanos e não humanos (CADECS-UFES)


Chamada de artigos para o Dossiê Humanos e não-humanos – Caderno Eletrônico de Ciências Sociais

- ISSN 2318-6933 -

Organizadores: Eliana Creado (UFES); Guilherme Sá (UNB) e Patrícia Pavesi (UFES)

O Caderno Eletrônico de Ciências Sociais (Cadecs), periódico científico-acadêmico ligado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Espírito Santo, convida pesquisadores a submeter artigos ao segundo dossiê temático da revista: Humanos e não-humanos.



O dossiê volta-se para artigos e outras produções que versem sobre como incluir (ou não) as mais variadas formas de agência possíveis, para além da humana, em seus entrecruzamentos, no âmbito da análise e da escrita, tanto dentro das Ciências Sociais como em áreas afins. Incluem-se, na proposta, reflexões críticas sobre as abordagens teóricas disponíveis para tal, sejam clássicas ou contemporâneas.



Nesse sentido, há o desafio de pensar sobre como efetuar uma reflexão conjunta acerca da agência humana e as interações que seres humanos estabelecem com seres não-humanos, categoria entendida amplamente, de modo a englobar seres sobrenaturais, maquínicos e outras espécies animais. Pesquisas no âmbito dos estudos de ciência e tecnologia são bem vindos, assim como discussões epistemológicas calcadas em experiências etnográficas, ou ainda, que abordem o tema da multiplicidade de ontologias.



Textos que reflitam sobre os temas acima (de)compondo a produção da escrita etnográfica ou, de modo mais amplo, científica, também serão considerados.


Todas as contribuições propostas deverão ser submetidas online, através do sistema disponível no site:
http://www.periodicos.ufes.br/cadecs/index .


O prazo limite de submissão para este dossiê temático é: 15 de março de 2015.



Observa-se que a submissão de artigos de temática livre é de fluxo contínuo no periódico.



S
obre o periódico



A revista é um projeto editorial do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFES, que visa propiciar maior circulação do conhecimento acadêmico por meio da publicação de trabalhos nas áreas de sociologia, política e antropologia – ou em suas interfaces.

Trata-se de um periódico eletrônico semestral, com três seções básicas para a publicação de trabalhos: (a) dossiê temático, (b) artigos de temas livres e (c) resenhas. Eventualmente, o periódico também publicará entrevistas e traduções de textos relevantes para a área das ciências sociais.



Dossiê temático: seção de caráter anual, composta por até 8 artigos inéditos, relativos a um tema pré-definido pelos editores e/ou com parceiros de outras instituições acadêmico-científicas.



Artigos de temas livres: seção de caráter semestral, composta por até 8 artigos relativos a temas diversos na área das ciências sociais – antropologia, sociologia e política ou suas interfaces.



Resenhas, traduções e entrevistas: publicaçoes eventuais, conforme a disponibilidade de material e a programação editoral de cada número da revista. O material a ser publicado nesta seção deverá ser de interesse da áreas de sociologia, política ou antropologia - e suas interfaces.

O periódico aceita textos escritos em português ou espanhol e funciona a partir de processo de avaliação cega por pares.



Equipe editorial

Dra. Cristiana Losekann, Universidade Federal do Espírito Santo

Dra. Eliana Santos Junqueira Creado, Universidade Federal do Espírito Santo

Dr. Paulo Magalhães Araújo, Universidade Federal do Espírito Santo



Contato